Casal acha que garota furou fila e a agride em mercado do Guará

Uma adolescente de 17 anos foi agredida por um casal no Guará. Segundo boletim de ocorrência registrado na 4ª Delegacia de Polícia, os suspeitos acharam que a vítima estava furando fila no açougue do mercado Veneza, na QI 7, e iniciaram a confusão. A briga resultou em ofensas, tapas e arranhões. O caso ocorreu na última sexta-feira (19/1).

A vítima compareceu à delegacia e disse ter feito o pedido, mas ficou esperando na lateral do açougue. Um casal achou que a jovem estava furando fila e começou a xingá-la e ofendê-la. A mulher teria passado a agredir a adolescente com tapas e arranhões.

Assustada, a menor ligou para o pai, que foi rapidamente até o local. O homem afirmou aos policiais ter visto o casal ameaçando a filha. No momento, ele falou que não permitiria aquilo e a mulher teria se desculpado. Mas, o marido dela, segundo consta na ocorrência, deu um tapa no rosto do pai. Os autores fugiram.
Nas redes sociais, a avó da vítima fez um desabafo. Afirmou que a neta foi ofendida antes mesmo das agressões. “A esposa desse homem começou a gritar. Disse que ela era uma patricinha folgada e merecia ganhar uns tapas para aprender a ter educação. Que o marido dela não podia fazer, mas ela, sim”, denunciou a avó. Segundo ela, os seguranças do mercado não atuaram. “Eu estou arrasada, pois dói no coração ver a minha neta chorar relembrando os fatos”, completou. O caso é investigado pela 4ª DP.

Ao Metrópoles, o estabelecimento informou que um funcionário agiu e separou a mulher da adolescente. Também ressaltou colaborar com as investigações. “Ninguém estava esperando isso acontecer. Foi muito rápido. Nós, inclusive, já cedemos as imagens das câmeras de segurança para a polícia”, acrescentou um empregado que preferiu não se identificar.

 

FONTE: Metrópoles


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *