Seleção de servidores para o Instituto Hospital de Base será lançada na próxima semana

Sob novo modelo de gestão, o agora Instituto Hospital de Base do Distrito Federal, que iniciou as atividades nesta sexta-feira (12), abrirá na próxima semana o primeiro processo seletivo. O anúncio foi feito pelo governador Rodrigo Rollemberg em entrevista coletiva na tarde de hoje.

Serão 708 vagas celetistas para enfermeiros, médicos e técnicos de enfermagem. A recomposição é maior do que os cerca de 500 servidores públicos que não quiseram permanecer no hospital e pediram remanejamento à Secretaria de Saúde.

“O que estamos fazendo é um modelo de gestão moderno, que permitirá a substituição de pessoal e a compra de medicamentos de forma ágil, beneficiando a população”, destacou Rollemberg.

Ele reforçou ainda que o Base seguirá com as portas abertas, 100% público e mantendo todas as especialidades com as quais já atuava.

Apenas o modelo jurídico é inspirado no do Hospital Sarah Kubitschek, com a gestão por meio de um serviço social autônomo. O acesso ao hospital não muda e continuará via rede pública de saúde.

Meta é ampliar atendimento no Base em 20%
O contrato de gestão firmado entre a pasta da Saúde e o Instituto Hospital de Base estabelece prazos e metas. Uma delas é ampliar em 20% o atendimento à população.

O Base tem 55 mil metros quadrados, 3,5 mil servidores, mais de 700 leitos de internação e faz 500 mil consultas por ano.

A intenção, segundo a Secretaria de Saúde, é tornar mais dinâmica a administração do maior hospital da capital do País e dar autossuficiência aos administradores na reposição de insumos e de mão de obra.

A lei que criou o instituto foi sancionada em 3 de julho, depois de aprovada pela Câmara Legislativa em 20 de junho.

Aguarde mais informações.

 

FONTE: Agência Brasília


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *