Pesquisas científicas vão contribuir para elaboração de políticas públicas de segurança no DF

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) assinaram nesta quarta-feira (13) os termos de outorga e aceitação de projetos de pesquisas que contribuirão para melhorar os resultados das políticas públicas de segurança de Brasília.

Serão investidos cerca de R$ 750 mil nas pesquisas, que deverão ser desenvolvidas em até um ano, a partir de 2018. Os temas foram sugeridos pelas forças de segurança e evolvem diagnóstico e estratégias sobre acidentes domésticos, juventude e segurança pública e remição de pena pela leitura.

Participaram da cerimônia no auditório do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) os secretários da Segurança Pública e da Paz Social, Edval Novaes, e da Educação, Júlio Gregório Filho; o diretor-presidente da FAP-DF, Wellington Lourenço de Almeida; os coordenadores das dez pesquisas selecionadas no projeto; e representantes das forças de segurança.

Para o secretário da Segurança Pública, o apoio da fundação é importante para que o serviço prestado pelas forças de segurança seja cada vez mais eficaz.

“Para que possamos enfrentar qualquer tipo de problema, é fundamental que antes o conheçamos. Existem inúmeros fatores que influenciam a questão da segurança.”

“Temos o compromisso de promover a pesquisa aplicada. Essa é uma tendência cada vez mais forte: trabalhar a partir dos problemas detectados nas cidades”, afirmou diretor-presidente da FAP-DF.

Os resultados das pesquisas vão subsidiar ações do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, da Subsecretaria do Sistema Penitenciário, da Polícia Militar do DF e do Detran-DF.

FONTE: Agência Brasília


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *